Com desfalque de 1500 policiais na reserva, PMGO mira concurso: “Governador sabe da necessidade”

Com um desfalque de 1500 policiais que ao longo dos últimos meses aposentaram suas fardas indo para a reserva da corporação, a Polícia Militar do Estado de Goiás tem de se virar com o quadro à disposição dobrando expedientes e pagando horas extras para atender a demanda da população.

A informação é do Comandante da PM, coronel Renato Brum dos Santos em entrevista à Rádio Bandeirantes Goiânia.

“Tivemos agora 1500 policiais que foram para a reserva. Nós estamos repondo. O governador aumentou a cesta que chamamos de AC4 que é a hora extra remunerada do Policial. Estamos conseguindo repor essa perda de efetivo com esse acréscimo substancial nesse valor de indenização pago na hora extra do policial. Por isso que a população não está sentindo. Estamos fazendo muito mais com menos”, pontuou.

Questionado se haverá concurso para reposição de soldados, o comandante ressaltou que o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda trata da questão com o governador Ronaldo Caiado (DEM) e que o democrata está sensível às questões da categoria. “O governador está sensível e sabe da necessidade de repor o efetivo que foi para a reserva e com certeza dentro em breve o governador deve anunciar medidas com relação a concurso porque ele tem uma questão e um carinho especial à Segurança Pública e não será diferente na reposição do efetivo.”


Fonte: Diário de Goiás

603 visualizações0 comentário