Concurso PM AL: Cebraspe é a banca; edital previsto para maio

Foi publicada, no Diário Oficial do Estado, a autorização da contratação direta do Cebraspe como banca organizadora do novo concurso PM AL. A publicação do edital, segundo nova previsão do secretário de Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas (Seplag AL), Fabrício Marques Santos, poderá ocorrer no mês de maio, com oferta de 1.060 vagas.


Recentemente, em entrevista exclusiva, o secretário de Planejamento de Alagoas, Fabrício Marques Santos, confirmou as 1.060 vagas, sendo 1.000 vagas para o cargo de soldado e 60 para oficial.



No bate-papo, o secretário confirmou também que os candidatos poderão realizar a prova para os dois cargos já que as avaliações serão aplicadas em dias distintos. A previsão de publicação do edital é para o mês de maio. Além disso, salientou que os novos editais não sofrerão muitas alterações, assim, os concurseiros poderão estudar baseando-se no último certame.


Anteriormente, a presidente da Comissão de Qualidade de Vida, Saúde e Segurança do Trabalho da PM AL, major Suzana Mara Fontes Cunha, solicitou reforços para a corporação, incluindo 51 vagas para Oficiais de Saúde e Especialistas no próximo concurso PM AL. No entanto, por ora, a solicitação não será atendida, segundo Marques.


Vale lembrar que o governador já havia reforçado a realização de diversos certames na área de segurança em 2021 e que o edital da Polícia Militar seria o primeiro.

Requisitos para ingressar na PM AL

Para concorrer a uma das vagas, é necessário preencher os requisitos:

  • Idade entre 18 anos (na data do ingresso no curso de formação) e 30 anos (na data da publicação do edital)

  • Ter altura mínima de 1,65m, se do sexo masculino e 1,60m, se do sexo feminino

  • Possuir CNH, no mínimo na categoria B, ou provisória para esta categoria


Concurso PM AL: Atribuições do cargo de Soldado


Durante o Curso de Formação de Praças, como Soldado Aluno: Exercer atividade estudantil, em regime de internato e(ou) semi-internato, em dedicação integral e exclusiva, exercendo as demais atividades internas e externas;


Após a conclusão do Curso de Formação, como Soldado Combatente: Executar o policiamento ostensivo fardado, reservado e velado; assessorar os comandantes de guarnição; executar o serviço de sentinela das guardas de: quartel, em estabelecimentos prisionais e nas assessorias militares; participar de ações e operações policiais; auxiliar e secretariar no desenvolvimento de processos e procedimentos administrativos da PM; executar o serviço de motorista de viaturas operacionais e administrativas e de patrulheiro.


Condições gerais ao exercício do cargo: trabalhar em contato cotidiano com o público, em equipe, sob supervisão; atuar em condições de pressão e de risco de morte em sua rotina de trabalho; realizar atividades de segurança contra incêndio e pânico; realizar serviços de limpeza e manutenção de dependências, viaturas, materiais e equipamentos; realizar serviços administrativos, tais como; e outros serviços inerentes à atividade administrativa que sejam determinados pelos superiores hierárquicos.


78 visualizações0 comentário