CONCURSO PMTO: BANCA CESPE (Cebraspe)


O governo estadual aproveitou o Dia do Soldado, comemorado nesta terça-feira, 25, para anunciar um novo concurso para provimento de policiais militares no Tocantins. O anúncio foi feito pelo governador Mauro Carlesse (DEM) em uma transmissão de vídeo ao vivo transmitida pelas redes sociais.


Termo de contrato assinado


Na solenidade, Mauro Carlesse assinou um termo de contrato com o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), que será a entidade responsável pela realização do certame para o provimento de mil policiais militares. O valor a ser pago para a instituição será por candidato: R$ 51,00 por inscrição,. A minuta do edital deve ser apresentado em até 30 dias.


Um ano e quatro meses depois do cancelamento do último concurso


O anúncio do novo certame acontece mais de um ano depois do cancelamento do realizado pela Assessoria em Organização de Concursos Públicos (AOCP). O último acabou anulado em abril 2019 após constatação de fraudes, que foram de celulares de candidatos com gabaritos a envelopes de provas violados. Na solenidade, Mauro Carlesse demonstrou preocupação com a segurança. “Eu quero que seja sério. Não quero nenhum risco de dizer que este concurso é mais ou menos. Tem que ser muito bem feito. Olha o prejuízo que o Estado levou”, comentou. A solenidade ainda contou com uma participação em vídeo da diretora executiva da Cebraspe, Cláudia Griboski, reforçando a seriedade da instituição.


Militares da reserva


O governador Mauro Carlesse ainda assinou a Medida Provisória 21 de 2020, que regulamenta a utilização de policiais da reserva na segurança do Estado. A expectativa é que a medida faça a corporação estar presente em mais cidades. “A  volta deste pessoal que já estão aposentados é uma das coisas mais importantes. Com isto, vamos conseguir abrir mais colégios militares no Estado. Quando se coloca em um município muda-se completamente”.


Pagamento das promoções de 2019


O governo estadual ainda anunciou uma programação de  pagamento das promoções realizadas em 2019, mas que ainda não tiveram efeito financeiro. Secretário da Fazenda e do Planejamento (Sefaz), Sandro Henrique Armando explica que a concessão será feita em quatro parcelas, cada uma a cada seis meses. A primeira será paga na folha de setembro. “Diante dos bons números que começamos a apresentar de junho para cá, na melhoria da arrecadação, equilibrando as contas, conseguimos implementar”, disse o gestor, que promete encurtar o prazo caso a saúde financeira do Estado permita. 


Solenidade


O evento contou ainda com a participação do presidente da Assembleia Legislativa, Antônio Andrade (PTB), da deputada estadual Luana Ribeiro (PSDB), dos comandantes-gerais da Polícia Militar e dos Bombeiros, os coronéis Jaizon Veras e Reginaldo Leandro da Silva, além do secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal.

7 visualizações0 comentário