Conheça as etapas do concurso da PF

Concurso Polícia Federal: remunerações e benefícios


Conheça a remuneração inicial e final dos profissionais da Polícia Federal por cargo:


Para os policiais lotados nas regiões de fronteira, a Lei 12.855/2013 instituiu o pagamento de uma indenização no valor de R$ 91,00 por dia de trabalho, podendo gerar ganhos adicionais de até R$ 2 mil por mês, aproximadamente. Além disso, o auxílio alimentação é de R$ 458,00. 


Durante o Curso de Formação Profissional, o candidato fará jus ao auxílio-financeiro, na forma da legislação vigente, no valor de 50% do subsídio da classe inicial do cargo, à época de sua realização, sobre o qual incidirão os descontos legais, ressalvado o direito de optar pela percepção do vencimento e das vantagens do cargo efetivo, em caso de ser servidor da Administração Pública Federal.



Concurso Polícia Federal: cargos vagos


São mais de 4.270 cargos ociosos dentro da Polícia Federal. O quantitativo geral de cargos vagos* da carreira Policial Federal e do cargo de Agente Administrativo foi encaminhado pela Diretoria de Gestão de Pessoal – DGP/PF.

Confira:


Concurso Polícia Federal: requisitos


A Polícia Federal deixa bem claro, seja em sua página oficial, seja nos seus últimos editais, alguns requisitos básicos para ingressar na carreira. Separamos para você, candidato, os principais deles.


Hoje, todos os cargos da Polícia Federal exigem nível superior completo. A comprovação é sempre feita na posse! Ou seja: você pode estar na reta final do seu curso de graduação e fazer o concurso Polícia Federal. Dos cargos que devem ser oferecidos no próximo certame, só o de Delegado, exige uma graduação específica: o curso de Direito.


A exceção à regra acima são os cargos ligado à carreira administrativa ou de apoio da Policia Federal, que podem ser de nível médio e superior.


Sobre a idade, o candidato precisa ter 18 anos na data da posse. E sobre a idade máxima, e necessário observar o limite estabelecido para a aposentadoria compulsória, que hoje é de 75 anos. Lembrando que para todos os cargos há a necessidade do Exame de Aptidão Física, etapa eliminatória do certame.


Confira abaixo as exigências básica por cargo:


Agente de Polícia Federal Requisitos: Assim como o cargo de escrivão, o candidato deve possuir, no momento da posse, nível superior em qualquer nível de graduação, também sendo aceito os cursos de tecnólogo. Escrivão de Polícia Federal Requisitos: O candidato deve possuir diploma de nível superior em qualquer nível de graduação. Importante: o curso de tecnólogo é aceito para o ingresso na Polícia Federal. Delegado de Polícia Federal Requisitos: De acordo com a Polícia Federal, é necessário que o aprovado possua diploma de nível superior em Direito, além da exigência de 3 (três) anos de atividade jurídica ou policial, comprovados no ato da posse. Papiloscopista Polícia Federal Requisitos: Diferentemente do que muita gente imagina, o curso de papiloscopista não exige uma graduação específica. Desta maneira, basta o nível superior completo, em qual área do conhecimento para concorrer, assim como é aceito o curso de tecnólogo.



Atribuições dos cargos


Agente de Polícia Federal


Investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar infrações penais, observada a competência da Polícia Federal; proceder à busca de dados necessários; executar todas as tarefas necessárias à identificação, ao arquivamento, à recuperação, à produção e ao preparo dos documentos de informações; executar todas as atividades necessárias à prevenção e repressão de ilícitos penais da competência da Polícia Federal; conduzir veículos automotores, embarcações e aeronaves; auxiliar a autoridade policial em todos os atos de investigação, cumprir medidas de segurança orgânica; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.


Escrivão de Polícia Federal


Dar cumprimento às formalidades processuais, lavrar termos, autos e mandados, observando os prazos necessários ao preparo, à ultimação e à remessa de procedimentos policiais de investigação; atuar nos procedimentos policiais de investigação, acompanhar a autoridade policial, sempre que determinado, em diligências policiais; responsabilizar-se pelo valor das fianças recebidas e pelos objetos de apreensão; conduzir veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; atuar nos procedimentos policiais de investigação; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.


Papiloscopista Policial Federal


Executar, orientar, supervisionar e fiscalizar os procedimentos de coleta, revelação, levantamento e armazenamento de fragmentos e impressões papilares, exames e laudos oficiais papiloscópicos, representação facial humana; operação e gestão de bancos e sistemas automatizados de identificação civil e criminal; assistir à autoridade policial; desenvolver estudos na área de papiloscopia; conduzir veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.


Delegado de Polícia Federal


Instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação; orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais; participar do planejamento de operações de segurança e investigações; supervisionar e executar missões de caráter sigiloso; participar da execução das medidas de segurança orgânica, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o órgão na consecução dos seus fins.


Perito Criminal Federal


Realizar exames periciais em locais de infração penal; realizar exames em instrumentos utilizados, ou presumivelmente utilizados na prática de infrações penais; proceder pesquisas de interesse do serviço; coletar dados e informações necessários à complementação dos exames periciais; participar da execução das medidas de segurança orgânica e zelar pelo cumprimento delas; desempenhar outras atividades que visem apoiar técnica e administrativamente as metas da Instituição Policial, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.


Último concurso Polícia Federal


A Polícia Federal recebeu um total de 147.744 inscritos para o último concurso que ofertou 500 vagas imediatas. Desses, 35 mil candidatos não compareceram para realizar as provas. Foram cerca de 30,73% de abstenção para o cargo de delegado e 22,68% para os demais cargos. Os dados são da banca organizadora Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – CEBRASPE.


As provas objetivas e a prova discursiva do Concurso Polícia Federal, exceto para o cargo de Delegado de Polícia Federal, tiveram a duração de 5 horas e foram aplicadas no dia 16 de setembro de 2018, no turno da tarde.


Já para o cargo de Delegado de Polícia Federal, a prova objetiva teve duração de 4 horas e foi aplicada também no dia 16 de setembro de 2018, mas no turno da manhã. A prova discursiva também teve a duração de 4 horas e foi aplicada na mesma data, no turno da tarde.


Confira as etapas do concurso público:


Primeira etapa

  • Prova objetiva (eliminatória e classificatória)

  • Prova discursiva (eliminatória e classificatória)

  • Exame de aptidão física (eliminatória)

  • Prova oral (eliminatória e classificatória), somente para o cargo de Delegado de Polícia

  • Prova prática de digitação, somente para o cargo de Escrivão

  • Avaliação médica (eliminatória)

  • Avaliação psicológica (eliminatória)

  • Avaliação de títulos (classificatória), somente para as ocupações de Delegado e Perito Criminal

Segunda etapa

Curso de Formação Profissional de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, a ser realizado no Distrito Federal, podendo ser desenvolvidas atividades, a critério da Administração, em qualquer unidade da Federação.

  • Período: 5 meses (850 horas-aula)

  • Aluno recebe bolsa correspondente à 50% do valor da remuneração

Prova objetiva


Disciplinas


Veja a relação de matérias indicadas no conteúdo programático de acordo com o cargo:



Prova discursiva


Para o cargo de Delegado de Polícia Federal, a prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, abordou assuntos nas áreas de Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal e Direito Processual Penal. O valor máximo foi de 24,00 pontos e foi composta de duas partes:


a) três questões dissertativas, de até 30 linhas cada, com valor máximo de 4,00 pontos cada uma;

b) elaboração de uma peça profissional, de até 90 linhas, com valor máximo de 12,00 pontos.


Para o cargo de Perito Criminal Federal, a prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, teve o valor de 13,00 pontos e consistiu da elaboração de uma redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de temas relacionados aos conhecimentos específicos para cada cargo/área.


Para os cargos de Agente de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista Policial Federal, a prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, teve o valor de 13,00 pontos e consistiu de redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, com base em tema formulado pela banca examinadora.


Exame de aptidão física


Só participaram dessa etapa aqueles que forem classificados nas fases anteriores. O exame de aptidão física foi composto de quatro testes:


ATENÇÃO!

Os homens realizaram o teste de barra fixa em flexões, já para mulheres foram cobradas barra fixa de sustentação.


O Teste de Aptidão Física – TAF é cobrado somente nos certames para ingresso na carreira policial! Não é exigido para ingresso nos cargos da carreira administrativa.



Prova de títulos


Essa etapa (caráter classificatório) só foi cobrada para os candidatos interessados nos cargos de Delegado de Polícia Federal e de Perito Criminal Federal da PF, aprovados nas fases anteriores.


A avaliação de título teve o valor de 7,00 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados tenha sido superior a esse valor.



Curso Online -Clique Aqui

Grupo do Telegram - Clique e faça parte


#professor#demissãorevertida#PAD#RioVerde#processoadministrativo#RotaJurídica#DesistirJamais#FamíliaIRS.#polícia#policiamilitargo#policiacivilgo#agenteprisionalgo#bombeirogo#policiafederal#segurança#policiarodoviariafederal#concursopublico#concursopúblico#futuropolicial#mulherpolicial#concursospublicos#concursospúblicos#policia

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo