Concurso Imbel: publicação do edital atrasa e fica para 2021




Ainda aguardando autorização para publicar edital do concurso, Imbel divulga nova previsão para divulgação do documento. Acompanhe:


Desde outubro deste ano os preparativos do concurso Imbel ganharam força e a previsão era de que o edital fosse publicado ainda este ano. No entanto, a ouvidoria do órgão confirmou à Folha Dirigida que o lançamento deve acontecer apenas no início de 2021.


De acordo com o departamento, o edital ainda está em fase de assinatura, para só depois ser publicado. Além disso, os funcionários responsáveis por acompanhar os trâmites referentes ao concurso estão de férias, com retorno previsto para o dia 4 de janeiro.


O concurso já tem organizadora definida, será a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Inclusive, o contrato entre a Indústria de Material Bélico do Brasil e a empresa contratada já foi assinado.

Serão contempladas carreiras para cargos de todos os níveis de escolaridade. Entre elas:

· Nível fundamental: agente de apoio operacional;


· Nível médio: guarda de segurança patrimonial, motorista, oficial de produção industrial, auxiliar técnico industrial, auxiliar técnico administrativo e oficial de ferramentaria industrial;


· Nível médio/técnico: técnico Industrial especializado; técnico em Radiologia, técnico em Enfermagem do Trabalho e administrativo especializado;


· Nível superior: analista especializado, supervisor, advogado, engenheiro e médico do trabalho.


Concurso Imbel terá lotação em diferentes unidades

Os aprovados serão convocados ao longo do prazo de validade do concurso, que deverá ser de dois anos, prorrogáveis por igual período. As contratações serão pelo regime Celetista.

Uma informação já confirmada pela Imbel é sobre a lotação dos aprovados nesse concurso. Os futuros servidores serão distribuídos pelas seguintes localidades:


· Piquete - São Paulo (Fábrica Presidente Vargas — FPV);

· Itajubá - Minas Gerais (Fábrica de Itajubá — FI);

· Juiz de Fora - Minas Gerais (Fábrica de Juiz de Fora — FJF);

· Majé - Rio de Janeiro (Fábrica da Estrela — FE);

· Rio de Janeiro (Fábrica de Material de Comunicação e Eletrônica — FMCE).


A Imbel oferecerá remunerações que vão variar de R$1.275,46 a R$5.331,47. Além da remuneração, os servidores ainda terão direito a alguns benefícios.


Entre eles: R$458 de auxílio-alimentação, R$440 (unidades de produção) ou R$726 de auxílio-refeição (na sede, em Brasília); R$310 de assistência pré-escolar; e assistência médica.


Segundo informações disponíveis no site da própria Imbel, os novos funcionários ingressam com um contrato experimental de 45 dias, prorrogáveis por igual período. Os selecionados no concurso ainda vão passar por uma avaliação ao ingressarem no órgão.


O intuito é avaliar a conveniência ou não da sua permanência no quadro de pessoal da empresa.


Último concurso Imbel teve validade encerrada em maio deste ano

Enquanto mais detalhes sobre o concurso não são divulgados, os interessados nessa seleção podem usar como referência o edital do concurso anterior, realizado em 2016. A organizadora na ocasião foi a Cetro Concursos.


Foram oferecidas chances para cargos de todos os níveis de escolaridade. Em 2016, além do requisito de escolaridade, foi exigida dos candidatos a experiência profissional de seis meses para todas as funções. Essa exigência também pode vir especificada no edital deste ano.


As remunerações variavam de R$1.526,64 a R$4.935,56. As oportunidades também eram para formação de cadastro de reserva.


Os candidatos foram avaliados por meio de uma prova objetiva. A avaliação continha 40 questões para candidatos aos cargos de níveis fundamental, médio e técnico. Já para os de nível superior, foram cobrados 50 itens.


As disciplinas exigidas também variaram de acordo com o cargo. Foram cobradas questões de Língua Portuguesa, Matemática, Noções de Informática e Conhecimentos Específicos, além de uma prova de Redação. Essas duas últimas apenas para o nível superior.


O prazo de validade do concurso Imbel 2016 expirou em maio deste ano. Com isso, não há mais cadastro de reserva válido no órgão para preenchimento de vacâncias.


Fonte - Folha Dirigida

Curso Online - Clique Aqui

Grupo do Telegram - Clique e faça parte


#concursopublico #foconoestudo #determinacao #circuitodaaprovacao #dicasdeestudo #concursando #concurseiro #rumoaaprovacao #carreirapolicial

127 visualizações0 comentário