PC SP 2021: Diretor da Acadepol prevê editais e provas ainda este ano

A Polícia Civil do Estado de São Paulo tem expectativa de abrir um novo edital de concurso público (Concurso PC SP 2021) com 2.939 vagas em diversos cargos da corporação. Em entrevista à Folha Dirigida, o diretor da Academia de Polícia do Estado, Júlio Gustavo Vieira Guebert, prevê editais e provas ainda em 2021.



Segundo informações do diretor da Acadepol, os editais já estão prontos. No entanto, segundo ele, a publicação ainda depende de aval do governador João Doria, uma vez que o o Estado está submetido ao Decreto 65.453, que proíbe a abertura de concursos até dezembro deste ano.

Entretanto, é importante destacar que há exceções quanto ao decreto. Por exemplo, órgãos prioritários podem conseguir a liberação para divulgar editais, assim como aconteceu com a Polícia Militar de São Paulo.

Nós estamos com tudo pronto. Acreditamos que os editais saiam em 2021. Assim que o governador liberar a autorização, poderemos publicar um edital por carreira. Os interessados já podem ir se preparando porque teremos notícias em breve”, disse o diretor da Academia de Polícia.

O delegado-geral da corporação, Dr. Ruy Ferraz Fontes, em 2020, já havia adiantado a iminência do concurso. “Já estamos com o concurso pronto para ser lançado”, disse ele.

8 MIL POLICIAIS ATÉ 2023


O delegado-geral disse que a corporação tem objetivo de ingressar 8 mil policiais nos próximos três anos. “Nosso objetivo é até 2023 tentar trazer para o quadro da polícia civil pelo menos 8 mil policiais”, disse.

O Dr. Ruy Ferraz Fontes conclui dizendo que a ideia é criar uma estrutura de trabalho eficiente para a Polícia Civil.

Nós precisamos melhorar a remuneração dos policiais, temos projetos já, que serão retardados devido a pandemia. Mas tenho certeza que em 2022 serão retomados”, apontou.

Nós levaremos adiante uma reestruturação geral no nosso quadro de pessoal, para que a gente tenha um salário que efetivamente observe a necessidade do policial civil para que ele execute com boa vontade, de maneira leal o seu trabalho, que já vem executando hoje, mas precisa ser recompensado por isso”, disse.


AUTORIZAÇÃO DO CONCURSO


A confirmação do Concurso PC SP 2020/2021 veio através do despacho do governador do Estado, João Dória, publicado no Diário Oficial do Estado do dia 04 de junho.

No dia 18 de fevereiro, a corporação nomeou as comissões do novo concurso da corporação. De acordo com o documento publicado no Diário Oficial do Estado, foram formados quatro grupos, sendo um para cada cargo autorizado: delegado, investigador, escrivão e médico legista.

As comissões são compostas por professores. Sendo assim, eles vão integrar a banca examinadora das etapas. Isto é, que elabora as questões de prova e corrige quando necessário.


MEMBROS DA COMISSÃO


Delegado: professores Elisabete Ferreira Sato (presidente), José Aparecido Sanches Severo (vice-presidente), Eduardo Augusto Paglione, Fabiano Genofre, Márcia Heloísa Mendonça Ruiz, Fernanda Herbella Maia, Ronaldo Augusto Comar Marão Sayeg (membros), Antonio Carlos Cândido de Araújo e Maurício Correali (suplentes).


Investigador: professores: Rui Baracat Guimarães Pereira (presidente), Luís Fernando Camargo da Cunha Lima (vice- -presidente), Luiz Eduardo Pascuim, José Vicente de Azevedo Pires Barreto Fonseca, Wlamir José dos Santos Presotto, Joaquim Dias Alves, Ana Paula de Bem Bittencourt Ribeiro (membros), Adriane Gonçalves e Ricardo Ambrosio Fazzani Bina (suplentes).


Escrivão: professores: Walmir Geralde (presidente), Waldir Antônio Covino Júnior (vice-presidente), André Luís Luengo, Jorge Amaro Cury Neto, Benedito Ignácio Giudice, Aurora Vicentim Themer, Luiz Fernando Zambrana Ortiz (membros), Renato Sansone Rodrigues e Márcio José Alves (suplentes).


Médico legista: professores: Gilson Cézar Pereira da Silveira (presidente), Ana Paula Batista Ramalho Soares (vice- -presidente), Ivan Dieb Miziara, Rita de Cássia Gava, Mariana da Silva Ferreira, Luciana Campos Nascimento, Bento da Cunha Júnior (membros), Rodney Charles Müller Martins e Tiago Antonio Salvador (suplentes).

O governador do Estado, João Dória, já afirmou que em seu governo um dos focos é a melhoria na segurança pública e garantiu que irá aumentar o efetivo da corporação abrindo novas seleções. Segundo o novo chefe do executivo estadual, serão abertas 8 mil vagas durante seu governo. “Vamos transferir para as ruas os 6 mil agentes que hoje fazem escolta de presos. Isso vai ampliar imediatamente o atendimento à população. Depois, faremos concursos públicos para 13 mil policiais militares e 8 mil policiais civis. Mas será uma ampliação gradual”


BANCA ORGANIZADORA

No momento, a corporação está na fase de escolha da banca organizadora. A corporação informou ao site Folha Dirigida, através da sua assessoria de imprensa, que a contratação da empresa já está em andamento. Segundo a pasta, os projetos dos editais também estão em elaboração, bem como os nomes dos servidores que vão compor comissões examinadoras, responsáveis por elaborar as provas e corrigi-las, quando necessário.

“A Polícia Civil informa que os projetos de editais e escolha das bancas estão em andamento, assim como a contratação da empresa organizadora de acordo com a Lei Estadual 10.882/2001”, diz em nota ao site Folha Dirigida.


O governador do Estado, João Dória, já afirmou que em seu governo um dos focos é a melhoria na segurança pública e garantiu que irá aumentar o efetivo da corporação abrindo novas seleções. Segundo o novo chefe do executivo estadual, serão abertas 8 mil vagas durante seu governo. “Vamos transferir para as ruas os 6 mil agentes que hoje fazem escolta de presos. Isso vai ampliar imediatamente o atendimento à população. Depois, faremos concursos públicos para 13 mil policiais militares e 8 mil policiais civis. Mas será uma ampliação gradual”.

O CONCURSO POLÍCIA CIVIL 2021

Conheça os cargos da corporação:

Escrivão e Investigador – 2.500 vagas

Os cargos exigem, na data da posse, idade igual ou superior a 18 anos de idade; ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “B”, no mínimo; possuir diploma de graduação, expedido por entidade de ensino oficial ou reconhecida, devidamente registrado ou, na falta deste, certificado de colação de grau.

O Escrivão e Investigador de Polícia têm o total de vencimentos a partir de R$ 3.743,98 (três mil, setecentos e quarenta e três reais e noventa e oito centavos), correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial – RETP. Para concorrer, o candidato deverá ter nível superior.


Papiloscopista e Agente de Telecomunicações – ainda não autorizado

Os cargos exigem, na data da posse, ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “B”, no mínimo;ter sido aprovado no concurso, observado o número de vagas colocadas à disposição; e ser portador de certificado de conclusão de ensino médio expedido por escola oficial ou reconhecida e devidamente registrado.

O Agente de Telecomunicações Policial tem o total de vencimentos a partir de R$ 3.589,86 (três mil, quinhentos e oitenta e nove reais e oitenta e seis centavos), correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial – RETP.


Agente Policial e Auxiliar Papiloscopista – ainda não autorizado

Os cargos exigem, na data da posse, idade igual ou superior a 18 anos de idade; ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “D”, no mínimo; e ser portador de certificado de conclusão de ensino médio expedido por escola oficial ou reconhecida e devidamente registrado.

O Agente Policial e o Auxiliar Papiloscopista têm o total de vencimentos a partir de R$ 2.905,34 (dois mil, novecentos e cinco reais e trinta e quatro centavos), correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial – RETP.


Delegado – 250 vagas

O cargo exige, na data da posse, ser habilitado para a condução de veículos automotores, no mínimo na categoria ‘B”; ser portador de diploma de bacharel em Direito, expedido por escola oficial ou reconhecida e devidamente registrado no Ministério da Educação – MEC; comprovação de, no mínimo, 2 (dois) anos de atividade jurídica ou 2 (dois) anos de efetivo exercício em cargo de natureza policial civil.

O Delegado de Polícia tem salário de R$9.888,07, correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial –(RETP) e do Adicional por Direção da Atividade de Polícia Judiciária (ADPJ).

ÚLTIMO CONCURSO


O último concurso da PC-SP foi divulgado em 2018 com oferta de 2.750 vagas. As vagas foram destinadas aos cargos de escrivão (800), investigador (600), agente policial (400), agente de telecomunicações (300), delegado (250), auxiliar de papiloscopista (200) e papiloscopista (200).


Sobre o último concurso de Escrivão e Investigador


O Concurso de Escrivão e Investigador foi composto por: Prova preambular, com questões de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, constituída de questões objetivas, consistentes em testes de múltipla escolha, abrangendo as disciplinas do conteúdo programático; Prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório; Comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social, de caráter unicamente eliminatório; Prova oral, de caráter eliminatório e classificatório; e Prova de títulos, de caráter unicamente classificatório.

A prova preambular foi aplicada no dia 10 de junho de 2018 nas seguintes regiões do Estado de São Paulo: Araçatuba; Bauru; Campinas; Presidente Prudente; Ribeirão Preto; Santos; São José do Rio Preto; São José dos Campos; São Paulo (Capital e Grande São Paulo); Piracicaba e Sorocaba. A avaliação teve duração de cinco horas.


Sobre o último concurso de Delegado

O concurso foi composto por: a) prova preambular, cuja elaboração, aplicação e processamento serão de responsabilidade da Fundação VUNESP – com questões de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, constituída de questões objetivas, consistentes em testes de múltipla escolha, abrangendo disciplinas; b) Prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório; c) Comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante investigação social, de caráter eliminatório; d) Exame oral, de caráter eliminatório e classificatório; e) Prova de títulos, de caráter classificatório.O concurso da Polícia Civil PC/SP 2018 será composto por: a) prova preambular, cuja elaboração, aplicação e processamento serão de responsabilidade da Fundação VUNESP – com questões de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, constituída de questões objetivas, consistentes em testes de múltipla escolha, abrangendo disciplinas; b) Prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório; c) Comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante investigação social, de caráter eliminatório; d) Exame oral, de caráter eliminatório e classificatório; e) Prova de títulos, de caráter classificatório.

A avaliação preambular avaliou o conhecimento do candidato e foi constituída de 100 (cem) questões objetivas com 5 (cinco) alternativas cada uma, abrangendo disciplinas objeto do programa definido no Anexo IV e assim distribuídas: 14 questões de Direito Penal; 14 questões de Direito Processual Penal; 14 questões de Legislação Especial; 14 questões de Direito Constitucional; 14 questões de Direitos Humanos; 14 questões de Direito Administrativo; 16 questões de Direito Civil, Medicina Legal e Noções de Informática.

A prova teve a duração de 5 (cinco) horas, não podendo o candidato ausentar-se, definitivamente, da sala de provas antes das primeiras 2 (duas) horas, sob pena de desligamento do concurso.


Informações do concurso

  • Concurso: Polícia Civil do Estado de São Paulo

  • Banca organizadora: a definir

  • Escolaridade: superior

  • Número de vagas: 2.939

  • Remuneração: a definir

  • Inscrições: a definir

  • Taxa de Inscrição: a definir

  • Provas: a definir

  • Situação: ANUNCIADO

266 visualizações0 comentário