Novidade sobre o concurso da Polícia Penal MG: Banca definida para um cargo!

Novidade sobre o concurso Polícia Penal MG! Em audiência pública realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, o secretário de Justiça e Segurança Pública do estado, general Mario Araujo, confirmou que o concurso para Polícia Penal MG contará com 2.420 vagas. Além disso, destacou que os cargos de Agente de Segurança Socioeducativo e Auxiliar Educacional contarão com 80 e 211 vagas, respectivamente.


Com relação ao número de vagas que eu apresentei aqui na Assembleia, que o deputado Sargento Rodrigues Silva referiu a 2.000 vagas nos seus apontamentos, eu queria dizer que nós avançamos mais ainda, nós conseguimos 2.420 vagas para a Polícia Penal.


Recentemente, aconteceu a contratação do Instituto Brasileiro de Gestão e Pesquisa (IBGP) para ser o organizador do concurso Polícia Penal MG para o cargo de Auxiliar Educacional.

Araújo afirmou que o cronograma para realização do certame está em elaboração e por essa razão ainda não há previsão de datas para publicação do edital e realização das provas, “haverá transparência no momento adequado. Os trabalhos estão adiantados, mas não posso dar mais detalhes agora”, declarou.


As remunerações iniciais são de R$ 4.098,45 e com reajuste previsto de 13% a partir de julho de 2020, segundo a Lei Estadual 23.597/2020. Ou seja: o valor inicial bruto irá para R$ 4.631,24, com valores que poderão chegar a R$ 8.875,15 a depender da progressão de carreira.


Concurso Polícia Penal MG: Situação atual

BANCA DEFINIDA

O Instituto Brasileiro de Gestão e Pesquisa (IBGP) foi escolhido para ser o organizador de novo concurso público.


A organizadora venceu o pregão eletrônico e foi considerada apta a realizar o novo certame para a carreira de Assistente Executivo de Defesa Social – ASEDS – na função de Auxiliar Educacional.

LANÇAMENTO DO EDITAL


A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública está bem próxima de definir o seu projeto básico para a realização de seu próximo concurso Polícia Penal MG e para Assistente Executivo de Defesa Social e Agente de Segurança Socioeducativo.


O projeto básico é elaborado em conjunto com a Sejusp e a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais. Ao todo, serão ofertadas 2.420 vagas para o cargo de Policial Penal MG e 80 vagas para Agente de Segurança Socioeducativo e 211 para Auxiliar Educacional. A Polícia Penal de Minas Gerais é uma nova denominação para Agente de Segurança Pública, como informado pelo secretário de segurança pública, Mário Araújo.


No dia 09 de março de 2020, durante uma live com o secretário de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais, Mário Araújo, o Departamento Penitenciário anunciou que o novo concurso público para o cargo de Polícia Penal MG já está autorizado e com comissão formada. “O governo já deu o aval para iniciar o processo de elaboração do certame”, reforçou.

A comissão do certame já está formada e está em processo de elaboração do projeto básico e do cronograma de trabalho que direcionará as atividades. Além disso, ela será responsável por realizar o estudo preliminar, contemplando análise dos cargos abordados e acompanhar todas as etapas do certame.


Em abril, a Comissão de Concursos da Sejusp MG encaminhou um documento para a Escola de Sargento das Armas (EsSA) solicitando apoio e uma visita institucional para buscar eventuais referências em organização do certame, incluindo a sugestão da própria EsSA para organizar o Concurso da Polícia Penal MG.




Concurso Polícia Penal MG: Requisitos

No fim do ano de 2019 foi aprovada a criação da carreira Policial Penal que irá substituir as carreiras de Segurança Penitenciária. Com isso, o novo edital poderá trazer mais detalhes da carreira específica.

Para todos os cargos, os requisitos básico para ingresso são:

  • Ser brasileiro nato ou naturalizado

  • Ensino médio ou curso profissionalizante de ensino médio

  • 18 anos completos na data da posse

  • Estar em gozo dos direitos políticos

  • Estar em dia com as obrigações militares

  • Idoneidade e conduta ilibada

  • Aptidão física e mental

Não foi determinada um limite de idade máxima. Porém, o candidato precisa ser considerado apto mediante laudo médico. Além disso, existe o limite constitucional de aposentadoria compulsória, que é de 75 anos.

O que é a Polícia Penal MG?

Em dezembro de 2019, o Congresso Nacional promulgou a Emenda Constitucional nº 104, que criou a Polícia Penal, órgão responsável pela segurança do sistema prisional. Com isso, os novos quadros referentes a esse sistema serão transformados e compostos pelos atuais agentes penitenciários. Isso gerou uma equiparação as demais polícias brasileiras.


A Polícia Penal, desta forma, será vinculada ao órgão administrador do sistema penal da unidade federativa a que pertencer. Vale lembrar que a Polícia Penal do DF, por exemplo, será por recursos da União. Além disso, os policiais poderão ser liberados para exercer atividades externas aos presídios.

O Policial Penal MG tem como função garantir a ordem e a segurança dentro dos presídios, seja com vigilância interna ou externa



Concurso Polícia Penal MG: etapas de provas

Os candidatos inscritos no último processo seletivo simplificado foram avaliados por meio de quatro etapas:

1ª etapa

Prova objetiva

Análise de Títulos


2ª Etapa

Avaliação Psicológica


3ª Etapa

Comprovação de Idoneidade e Conduta Ilibada (investigação social)


4ª Etapa

Curso Introdutório


O processo seletivo teve a validade de 1 (um) ano, a contar da data da publicação da homologação, podendo ser prorrogado por igual período a critério da Administração.


Concurso Polícia Penal MG: Prova objetiva

A prova, de caráter eliminatório e classificatório, teve o total de 50 questões. Já o valor total de pontos é de 100. A avaliação foi do tipo múltipla escolha com duração de 4 horas.

O mínimo exigido para ser classificado foi ter 50% do total de pontos, não podendo zerar em nenhuma das disciplinas.


Concurso Polícia Penal MG: Disciplinas

Língua Portuguesa (Peso 1,2)

Direito Humanos (Peso 2,0)

Código de Ética e Estatuto do Servidor Público do Estado de Minas Gerais (Peso 1,8)

Conhecimentos Específicos (Peso 2,5).


Concurso Polícia Penal MG: Avaliação de Títulos

Somente concorreram nessa etapa (caráter classificatório), os candidatos que forem habilitados na prova objetiva da primeira etapa.


Experiência profissional na área

  • Tempo de serviço prestado no cargo, emprego ou função pública;

  • tempo de serviço prestado na função de Agente de Segurança Socioeducativo e/ou Penitenciário.

  • Total: até 5 pontos.

Cursos complementares

  • Cursos de Formação nas Forças Armadas;

  • Conclusão de curso de Extensão de Vigilantes;

  • Conclusão de cursos complementares na área de segurança.

  • Total: até 5 pontos.


Concurso Polícia Penal MG: Avaliação Psicológica

A avaliação consistirá na análise objetiva e padronizada de características cognitivas, emocionais, de personalidade e motivacionais dos candidatos. Para tanto poderão ser utilizados testes, questionários ou inventários aprovados pelo Conselho Federal de Psicologia e realizados por psicólogos registrados no Conselho Regional de Psicologia.

Desta análise, os candidatos foram considerados aptos, inaptos ou ausentes. Nestes dois últimos casos, os candidatos foram eliminados do certame.


Concurso Polícia Penal MG: Curso de Formação

O curso introdutório conteve a carga horária mínima de 62 horas, distribuídas em disciplinas teóricas e práticas. A simples convocação para o Curso Introdutório não gerou direito à contratação, que foi efetiva somente se o candidato fosse aprovado na etapa do processo seletivo simplificado e que tivesse cumprido as demais exigências.


Quer sair na frente no concurso da Polícia Penal de MG ?






797 visualizações0 comentário